PAN aguarda resposta de Al Gore numa ação de comunicação para reduzir a dependência do plástico

- 31 de janeiro de 2018 -

O Deputado do PAN, André Silva, acaba de contactar Albert Arnold "Al" Gore no sentido de o envolver, enquanto cidadão nº 1 das Ilhas de Lixo do Oceano Pacífico – amontoado de lixo que já é sete vezes maior do que todo o território português – numa campanha de comunicação do PAN para alertar para as preocupações da comunidade científica, associações não-governamentais de ambiente e comunidade europeia no sentido de se reduzir a dependência do plástico em Portugal.

Para além da ação parlamentar com a apresentação de propostas legislativas nesta matéria, a iniciativa, que se pretende viral, estará presente nas redes sociais Facebook, Twitter e Instagram com o mote #AlGoreReplytoPAN e pretende mobilizar a opinião pública e os decisores para combater a quantidade absurda de plástico usado em Portugal e que contribui para aumentar a pegada ecológica do nosso país.

O objetivo é unir a voz do PAN às vozes nacionais e internacionais que defendem a necessidade de dar passos consistentes no sentido de alterar os padrões de consumo e de reduzir drasticamente a produção e o consumo de plástico, tendo sempre em vista o princípio da utilização criteriosa dos recursos naturais.

O mote da campanha passa por estimular uma resposta institucional por parte daquele que já foi candidato à presidência dos Estados Unidos em 2000 e Prémio Nobel da Paz – “Al Gore, responda ao PAN” –, atraindo atenção nacional e internacional para este problema, que é real e não está tão distante como se pode pensar, visto que se espera que em 2050 a quantidade de plástico nos oceanos seja maior do que a quantidade de peixe.

O PAN leva a debate esta 6ª feira (2 de fevereiro) no Parlamento a limitação de utilização de louça descartável em plástico em vários serviços do setor da restauração, naquele que é apenas um dos primeiros passos numa área de intervenção que exige uma coordenação social, política e económica musculada e mais abrangente.